Chame o CAL
SuperBike

Mulher piloto de superbike morre durante prova em Goiânia

O acidente aconteceu no autódromo Internacional Ayrton Senna

16/03/2020 15h10
Por: Gideone Rosa
Fonte: G1
110
Indiana Kiiomi Muñoz Gomes / Foto: Divulgação
Indiana Kiiomi Muñoz Gomes / Foto: Divulgação

A pilota Indiana Kiiomi Muñoz Gomes, de 29 anos, morreu neste domingo (15) após um acidente durante a primeira etapa do campeonato Goiás Superbike, no Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna.

A Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) lamentou a morte da atleta e informou que o autódromo obedece às normas de segurança (veja a nota na íntegra ao fim do texto).

Indiana foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). A unidade de saúde informou, em nota, que a “paciente deu entrada na emergência em estado gravíssimo e foi encaminhada ao centro cirúrgico com politrauma severo e múltiplas paradas cardiorrespiratórias, mas não resistiu”. Ela morreu às 14h.

Amigo da família, o carteiro Daniel Rodrigues contou que a pilota perdeu o controle da moto durante a prova. Ela estava em 2º lugar na corrida.

“Não sabemos ainda como realmente aconteceu. A Indy era uma pessoa de muita garra e de luta. É um esporte que ela gostava, mas, infelizmente, Deus chamou, estamos muito tristes”, diz o amigo.

Nota da Seel:

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer, lamenta o falecimento de Indy Munhoz, experiente atleta de motociclismo, em decorrência de um acidente durante a primeira etapa do Goiás SuperBike, no Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna.

Ressaltamos que o autódromo está com todos os laudos em dia e que cumpre todas as normas de segurança dos órgãos que gerem o motociclismo e também o automobilismo. A atual gestão da Seel é extremamente vigilante quanto a qualidade da praça esportiva, sobretudo no que tange a segurança. Tanto que a atleta foi resgatada ainda com vida e levada ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas, infelizmente, veio a óbito durante a cirurgia para conter os ferimentos.

Destaca-se ainda que, em cumprimento ao decreto nº 9.633, do Governo de Goiás, que determina que eventos esportivos oficiais só podem acontecer com os portões fechados para evitar aglomerações e proximidade entre as pessoas, por conta da propagação do Coronavírus, a primeira etapa do Goiás SuperBike aconteceu sem a presença de público.

Fonte: G1

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.