Quinta, 26 de Maio de 2022
28°

Alguma nebulosidade

Goiânia - GO

Economia Dinheiro

Na pobreza ou na riqueza? Infidelidade financeira

Descubra agora o que é

25/04/2022 às 10h35
Por: Gideone Rosa Fonte: Julia Pautas
Compartilhe:
Foto: Divulgação/Editorial
Foto: Divulgação/Editorial

Por Julia Pautas

Um relacionamento amoroso, para funcionar bem, precisa ser baseado em muita confiança, respeito e honestidade em todos os pilares e na convivência do casal.

Dentre os diversos tipos de infidelidade, hoje em dia, o que mais tem se ouvido falar é sobre a infidelidade financeira, que acontece quando um dos envolvidos do relacionamento mente sobre o quanto ele recebe de salário ou, até mesmo, criar formas de esconder dinheiro do seu parceiro em alguns cômodos da casa ou em instituições financeiras.

Quem nunca viu um casal brigando por dinheiro, não é mesmo? E é justamente nesse tipo de relacionamento, que a infidelidade financeira costuma estar muito presente.

No entanto, vários são os motivos que podem levar uma pessoa a ser infiel financeiramente, seja por ganância, pelo parceiro ser muito abusivo financeiramente e gastar muito, por não gostar de dividir o seu dinheiro ou, até mesmo, pelo simples prazer de guardar dinheiro sem que o outro saiba.

Entretanto, esse é um tipo de situação que pode gerar muitas discussões, brigas e situações desconfortantes para o relacionamento. Desde que, em uma relação, o ideal é que você seja o mais verdadeiro possível. Principalmente, se você tem um relacionamento amoroso no mundo sugar.

A infidelidade financeira costuma começar com atitudes básicas e sutis, como esconder uma simples compra, omitir o valor de uma roupa, dizer que não têm pequenos valores de dinheiro sendo que tem, entre outros. Podendo evoluir, gradativamente, para omitir sobre o valor do salário e muito mais.

No entanto, apesar da infidelidade extraconjugal ser considerada crime, de acordo com o Código Civil, não existe nada em relação à infidelidade financeira no Código Penal e no Código Civil.

Apesar disso, é muito importante ter atenção e cuidado com as regras do casamento porque, de acordo com o artigo 1.688, do Código Civil, cada cônjuge deve participar das suas despesas conforme os rendimentos de cada um.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias