Quinta, 26 de Maio de 2022
26°

Alguma nebulosidade

Goiânia - GO

Cidades Roubo de energia

ENEL DISTRIBUIÇÃO GOIÁS IDENTIFICOU 56 MIL CASOS DE FURTO DE ENERGIA NO ESTADO EM 2021

Volume de energia furtada no Estado em 2021 seria suficiente para abastecer Palmeiras de Goiás durante todo o ano.

24/03/2022 às 08h00
Por: Gideone Rosa Fonte: Enel/Goiás Press
Compartilhe:
Foto: Divulgação/Editorial
Foto: Divulgação/Editorial

Furto de energia prejudica diretamente o cliente que paga suas contas em dia, pois as ligações clandestinas sobrecarregam o sistema elétrico e o volume de energia perdida também é considerado nos reajustes da tarifa.

Goiânia, 24 de março de 2022 – A Enel Distribuição Goiás realizou um balanço de furtos de energia identificados no Estado em 2021. Ao longo do ano, a companhia promoveu 214 mil inspeções em unidades consumidoras, entre residências, comércios e indústrias, com suspeitas de fraudes em Goiás. Destas, cerca de 56 mil apresentaram alguma irregularidade e foram regularizadas após inspeção da companhia. Como fruto deste trabalho, a distribuidora recuperou um volume de energia de 58 Gigawatt-hora (GWh), que seria suficiente para atender, por exemplo, um município com 10 mil unidades consumidoras com consumo médio de 150 kWh por um ano. Os municípios com maior índice de irregularidades identificadas em 2021 foram Caldas Novas, Itumbiara e Rio verde, que representam 12% do volume total de fraudes identificadas no sistema de medição ou rede elétrica.

Em Goiás, a distribuidora estima que, anualmente, é furtado o equivalente a 133 GWh. Essa energia seria o suficiente para abastecer, por exemplo, a cidade de Palmeiras de Goias, com uma população estimada de aproximadamente 30 mil habitantes, durante todo o ano de 2021. O responsável por Ações de Combate às Perdas de Energia da Enel Distribuição Goiás, Leonardo Pacheco, explica que além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia, popularmente conhecido como “gato”, prejudica diretamente a qualidade do fornecimento de energia e põe em risco a segurança da população, podendo causar graves acidentes, principalmente com as pessoas que manipulam a rede elétrica sem a capacitação adequada e os devidos cuidados.

“As ligações irregulares sobrecarregam a rede elétrica e podem causar curtos-circuitos, ocasionando interrupções no fornecimento de energia e prejudicando a qualidade do serviço inclusive para os clientes regulares da companhia. Além de crime, as fraudes e furtos contribuem para elevar o valor da conta de luz para todos os consumidores. Isso ocorre porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece nas tarifas uma parte das chamadas “perdas comerciais”, como são denominados tecnicamente os furtos e as fraudes no jargão do setor elétrico”, completa. 

A Enel Goiás também realiza operações de combate ao furto de energia em parceria com a Polícia Civil. Ao longo do ano de 2021, foram realizadas 29 operações de combate ao furto de energia em Goiás e 16 pessoas foram presas. “O nosso objetivo com esse trabalho de combate às perdas é conscientizar a população goiana dos riscos e prejuízos desta prática e garantir que nossos clientes regulares não tenham a tarifa e nem a qualidade da energia impactada pela ação destas pessoas”, pontua. 

Tecnologia

Adicionalmente às inspeções e ações contra o furto de energia, a Enel Goiás tem investido em novos sistemas e tecnologias para aumentar a eficiência de seus processos de combate às perdas de energia. Em todo o Estado, a companhia já instalou 2.262 equipamentos de medição blindada. Esse tipo de tecnologia permite realizar o acompanhamento do consumo de energia, pois os aparelhos são instalados diretamente no poste de energia, assegurando a proteção da medição de ações externas e assim garantindo registro correto da energia utilizada pelo cliente. Desta forma, não é possível realizar quaisquer tipos de fraudes na medição do consumo, uma vez que a energia consumida é medida ainda no poste da distribuidora. 

A distribuidora também realiza inspeções periódicas nos medidores de energia dos clientes com o objetivo de assegurar a qualidade da medição. Em caso de suspeita de falha ou alteração no medidor de energia, o equipamento é retirado para avaliação no Laboratório de Calibração da companhia, que é certificado pelo Inmetro, tem acreditação ISO 17025 e é frequentemente auditado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Nesses casos o cliente pode acompanhar tanto a retirada do aparelho quanto sua análise laboratorial.

Apoio no combate ao furto de energia

Os clientes da Enel Distribuição Goiás podem e devem ajudar a companhia no combate às fraudes e furtos de energia por meio de denúncias nos canais de atendimento da distribuidora. As denúncias são anônimas e podem ser feitas pelo site https://www.eneldistribuicao.com.br/EnelGO/AgenciaGO/Servi%C3%A7os/comum/DenunciaFiscalizacao.aspx e pelo Call Center 0800 062 0196.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias