Quinta, 27 de Janeiro de 2022
21°

Muitas nuvens

Goiânia - GO

Cidades Perturbação

Justiça condena proprietária de um BAR a pagar R$ 20 mil de indenização por permitir som alto

Vizinhos reclamavam constantemente do barulho realizado no estabelecimento, contudo, mesmo com o registro de Termo Circunstanciado de Ocorrência, o problema persistia e não era solucionado

29/12/2021 às 09h45
Por: Gideone Rosa Fonte: Jornal Opção/GP
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por Acaray Martins 

Uma empresária do segmento de bares terá de pagar R$ 20 mil, a título de indenização por dano social, por permitir o uso de som automotivo e som em alto volume. A ação civil pública foi proposta pelo Ministério Público do Estado de Goiás e acatada pelo juízo da comarca de Firminópolis. O dinheiro será revertido ao Fundo Municipal do Meio Ambiente da cidade.

No processo, o parquet narrou que os vizinhos reclamavam constantemente do barulho realizado no estabelecimento, contudo, mesmo com o registro de Termo Circunstanciado de Ocorrência, o problema persistia e não era solucionado. Diante disso, o representante do MP, promotor Ricardo Lemos Guerra requereu à Justiça que o município fosse obrigado a fiscalizar e a proprietária do bar obrigada a impedir a poluição sonora.

Durante a tramitação do processo, a empresária encerrou as atividades do bar, porém ao ser informada do fato, na sentença o juízo da comarca determinou ainda que o município realizasse a fiscalização periódica de atividades comerciais deste segmento na cidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias