Cabreu Voip
Jatinhos

Com Saúde em colapso no MT, milionários locam jatinhos e buscam tratamento em SP

Ambos os milionários são políticos suspeitos de envolvimentos em fraudes

21/07/2020 09h40
Por: Gideone Rosa
Fonte: BBC News
211
Foto: GETTY IMAGES
Foto: GETTY IMAGES

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (DEM), ao ver o cenário da Saúde no estado se agravar, após testar positivo para a covid-19, fretou um avião para se internar no Hospital Sírio Libanês, na grande São Paulo, uma das unidades de saúde mais conhecidas e mais caras do país.  

Botelho deixou o MT por medo de precisar de UTI e não poder ter acesso. A explosão de casos e mortes no Estado vizinho revela que quase não há leitos disponíveis na rede pública ou privada para tratar infectados em quadro grave pela Covid-19. Apesar de muitos não terem acesso ao leito, não só o presidente da casa de Leis, mas também milionários mato-grossenses estão procurando atendimento na grande São Paulo.  

O presidente do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), Guilherme Maluf, que é ex-deputado estadual, também alugou um avião para se tratar em um hospital particular de São Paulo, após ser diagnosticado com a covid-19.

Milionários, Botelho e Maluf não pensaram duas vezes antes de viajar para São Paulo. Os dois constataram que teriam melhor atendimento longe do próprio Estado no qual são figuras conhecidas da política — Maluf é ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e se tornou conselheiro do TCE-MT em razão de seu cargo como deputado estadual.

Além da carreira política, Botelho e Maluf têm outra característica em comum: são alvos de diferentes investigações sobre fraudes contra os cofres públicos de Mato Grosso. Os dois negam qualquer irregularidade.

Nas últimas semanas, as regiões Sul e Centro-Oeste passaram a registrar crescimento de casos no país, enquanto outras regiões passam por período de estabilização da curva da covid-19.

Mato Grosso se destaca entre os novos Estados altamente castigados pelo novo coronavírus. Segundo o MonitoraCovid-19, plataforma criada por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado apresentou grande crescimento de mortes no país nas últimas semanas: em 12 dias, os números de óbitos dobraram.

Fonte: BBC News.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.